Pílula Contra Cabelos brancos: Finasterida e Minoxidil

Cabelos Brancos e Calvície, Resolve esses problemas com Pílulas e Medicamentos. Hoje a parte estética preocupa muito, e mais que isso, vem preocupando principalmente os homens do mundo hodierno. Não nos referimos, tão somente, aos metro-sexuais, mas hoje a preocupação é o rejuvenescimento.

Cabelos Brancos! Eles são inconvenientes e aparecem quando menos esperam; no caso da mulher essa preocupação não é tão lata. Até porque hoje em dias as mulheres mudam a tonalidade de seu cabelo de 60 a 60 dias.

Esse é o problema de ser homem. No caso da calvície, a maioria dos homens, principalmente os mais vaidosos que pretendem retardar mais um pouco o inevitável, recorrem as pílulas como solução presente. E nesse caso existem algumas solução.

Calvície

A Calvície é uma forma de alopécia caracterizada por uma gradual e progressiva perda de cabelos devido a fatores hereditários. O tipo mais comum de calvície masculina é a alopecia androgenética, ou calvície de padrão masculino. Ocorre em aproximadamente 50% dos homens.

O diagnóstico deve ser realizado por um médico cirurgião plástico ou dermatologista para que este determine se o paciente apresenta uma queda normal de cabelos ou se possui uma “influência genética”.

Tratamento de Cabelos Brancos

Não pretendo comentar aqui sobre tratamentos a Laser ou Cirurgico – Mas trazer algumas opções em pílulas e medicamentos. Já o tratamento clínico faz referência aos medicamentos já bem difundidos como:

Finasterida
Minoxidil

No entanto, tanto um como o outro, devem ser recomendados por um dermatologista a fim de o paciente iniciar o tratamento. Em muitos casos esse tipo de tratamento traz bons resultados, sem contar o baixo custo da compra do medicamento que se encontra também na forma manipulada.

Há evidência que apontam que o antibiótico roxitromicina teria um efeito benéfico para os cabelos quando aplicado na forma de loções tópicas. A roxitromicina tem efeito modulador da resposta imunológica.

Um pequeno estudo clínico, com cerca de 10 pacientes portadores de alopecia (cabelos brancos) androgenética, demonstrou que mais da metade deles obtiveram melhoras significativas quando ao crescimento e fortalecimento de fios miniaturizados.

Especula-se que a roxitromicina teria efeito inibidor, na produção de algumas citocinas que seriam prejudicial aos queratinócitos.

Cientistas garantem que, num futuro próximo, impedir os cabelos brancos de nascerem pode ser tão fácil quanto tomar um comprimido de vitamina.

Isso porque eles estão trabalhando em uma medicação que, tomada diariamente, pode fazer com que as pessoas consigam manter a cor natural de seus cabelos pelo maior tempo possível. O mercado global de coloração de cabelos é estimado em 8 bilhões de euros. Mas isso ainda não aconteceu, portanto boa sorte.

Até Mais…

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *